domingo, 12 de janeiro de 2014

Astrologia - Quem é o Ascendente?

É verdade que o Ascendente aparece mais depois dos 30 anos?

Essa é uma pergunta que eu já ouvi algumas vezes; vezes suficientes para entender que ainda existe muita informação truncada com relação à Astrologia e, com certeza não serei eu a mudar isso. Sei que isso não é algo deliberado, até porque em todas as profissões e atividades humanas é assim, a gente entende somente aquilo que precisa ou, que nos chama a atenção por gosto. 

Mas quem é o Ascendente no Mapa Astral e, qual o seu papel em nossa vida?

Vamos lá! O Ascendente é o signo que estava a leste do horizonte, onde nasce o sol, no momento do nascimento. Seja o nascimento de uma pessoa ou de um evento. Esse signo é quem dará início a roda Astrológica. A nossa roda de cura pessoal e que trazemos conosco para esta vida. A partir dele define-se a posição dos personagens, dos nove corpos celestes* em nossa história particular, pelas doze casas do mapa. Bem como os signos que estarão em cada uma delas. 

O Ascendente é aquele que sempre chega na frente em todos os lugares, é nosso cartão de visitas. Ele é como nos movimentamos no mundo, como damos início as coisas, as nossas atitudes. As qualidades do signo que Ascende irá definir a maneira como abordamos a vida e, como nos colocamos nas situações em um primeiro contato. 

Ele é a cabeça e por ele nos guiamos para interagir com o mundo; o nosso jeito, às vezes, meio sem jeito de se comportar. Representa o nosso corpo físico, a nossa aparência. Tem de todos os tipos: os tímidos, os exuberantes, os rebeldes, os impacientes, os observadores, os misteriosos. 

Como o Ascendente é o jeito como nos apresentamos para o mundo, ele pode encobrir muito o signo do nascimento (Solar), uma das razões, pelas quais, pessoas do mesmo signo agem de modo diferente. Indica também a nossa vitalidade e a capacidade de resistência às doenças. A saúde está muito relacionada com este signo. Na Astrologia Esotérica ele representa a vida futura e o propósito imediato da alma para está encarnação. 

Para entender melhor farei uma analogia do Ascendente com a fachada de uma casa, que é a sua aparência exterior. Existem algumas grandes e bonitas, que enchem os olhos, e outras mais modestas e com pouca expressão. Mas o que vemos do lado de fora nem sempre revela o que existe no interior. Para conhecê-lo é preciso que sejamos convidados a entrar. Daí você pode ter muitas surpresas com relação à primeira impressão. 

Você pode descobrir que algumas, apesar de bonitas por fora, pode ser fria e vazia em seu interior; já uma mais simples e sem adereços, se revela uma surpresa agradável, onde você se sente acolhido e amado. Mas nem todas são assim, algumas refletem exatamente o que são. Isso acontece quando o sol se encontra no mesmo signo do Ascendente. Neste caso a pessoa irá expressar em atitudes a sua verdadeira essência, representada pelo signo do Sol, porque pertencem ao mesmo signo. Isso não quer dizer que, as outras pessoas sejam falsas, apenas que o seu modo de agir no mundo difere da sua essência (Sol). Os motivos para isso? Talvez tenha a ver com essa riqueza e multiplicidade de pessoas diferentes que somos; de experiências de alma que vivemos, e das necessidades individuais. Acredito que temos o que precisamos ter, o que conquistamos ou o que perdemos, e precisamos recuperar para realizar nossa missão neste planeta, e isso é o que importa. Somos muitas misturas, somos seres cheios de cores. 

O Ascendente fica mais evidente depois dos 30?


Bem, as fachadas não mudam. Você sempre terá o mesmo ascendente e o mesmo jeito de ser; a mesma forma de agir e de se posicionar perante o mundo do nascimento até a morte. O que pode acontecer é você resolver dar um "UP" nas qualidades da energia representadas pelo Ascendente, à medida que for amadurecendo. Todos os signos possuem o negativo e o positivo e que podem ser desenvolvidos de acordo com a vontade. Aprimorar e desenvolver-se para melhor depende de cada um. Daí você pode mudar a cor da fachada, trocar as janelas, mudar a porta, ampliar o jardim. Mas a fachada sempre será a mesma. Para mudá-la, efetivamente, será preciso derrubar a casa e isso significa, nascer de novo. 

Aproveite tudo o que recebeu. As energias que estão ao seu dispor para tornar-se o seu melhor. Não sabe qual é o seu signo Ascendente, as qualidades que estão ao seu dispor? Então procure um Astrólogo ele vai ajudá-lo nessa descoberta. 



Por Rosana Simões Domingues - Astróloga e Terapeuta Vibracional


Palavras-chave do Ascendente: O eu, a individualidade, a unidade, o impulso criador, o modo de agir

* Corpos Celestes envolve os luminares Sol e Lua e os planetas Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter, Saturno, Urano, Netuno e Plutão. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito Grata pela visita. Seus comentários enriquecem este espaço.