sexta-feira, 11 de maio de 2012

MUDAR O MUNDO



Não é fácil transformar o mundo que vemos, no mundo que queremos. As visões são muitas e podem se opor as nossas. O mundo melhor começa com a gente, começa dentro de nós. Uma mudança para ser conclusiva, deve acontecer de dentro para fora.

Como disse Gandhi: Devemos ser a mudança que queremos para o mundo.

O primeiro passo, uma observação honesta em direção a nós mesmos. Nossos atos implicam em resultados. É preciso criar atenção às nossas atitudes. Não podemos passar a vida nos isentando das nossas responsabilidades e inserir como prática a costumeira ação de apontar sempre o dedo em acusação, o conhecido julgamento, em direção ao outro, porque o mundo não é como queremos. Com certeza esse não é o caminho para um mundo melhor. Você já se perguntou o que faz para que o mundo seja esse mundo melhor que você anseia? Ou o seu mundo melhor é um mundo egoísta que só visa o seu bem estar e quiçá o da sua família? Somos todos uma grande família. Enquanto houver um ser vivo em sofrimento não poderemos ter paz no coração.
Mudar não é fácil e todos nós sabemos disso. Muitas vezes a prática não se segue a teoria. Mas é preciso dar o primeiro passo. Considere que não basta criticar ao ver um erro. Algo que todos nós, sem exceção, praticamos amplamente. É antes evitá-lo em nós e corrigi-lo pela aplicação amorosa do seu oposto, sem expor. Seja o exemplo desse mundo melhor que você quer. Ele é a semente materializada da transformação.

E quando todos nós estivermos nessa sintonia, o mundo com certeza será um lugar melhor para todos viverem. 

Texto de Rosana Sidom- Astróloga e Terapeuta Vibracional


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito Grata pela visita. Seus comentários enriquecem este espaço.