domingo, 4 de março de 2012

DEIXE O MUNDO CONHECER A COR DA SUA ESTRELA


Uma das coisas que tira a força para a conquista dos nossos anseios é a comparação. Comparar-se a alguém ou ser comparado tira de nós o brilho que carregamos com a gente, ou dependendo da situação pode nos tornar arrogantes. O que em minha opinião, também nos afasta de nós mesmos. Tudo depende da lente que usamos para enxergar o mundo. E ambas podem distorcer a realidade.

Você pode olhar alguém e admirar as suas conquistas, a sua beleza e os seus atributos. Espelhar-se nela para iniciar a sua busca pessoal e ganhar forças para revelar ao mundo aquilo que é só seu, os seus talentos. Porque todos nós temos talentos. Pode ocorrer de você ainda não ter plena consciência deles, mas eles estão lá, dentro de você à espera que os reconheça e os expresse. E se por acaso ele é um tesouro ainda a  ser revelado, comparar-se pode ofuscar a visão da semente e impor uma série de dificuldades nesse encontro com o centro da nossa criação. 

São muitos os sentimentos que surgem desse olhar para fora, atribuindo qualidades superiores ao outro, e não são os mais bonitos de se ter dentro do peito.  E a cristalização desses sentimentos, criam a medida que o tempo passa verdadeiros campos minados em nossas mentes. Quando nos comparamos e percebemos um atributo no outro que em nós é, ou parece ausente, deslocamos o nosso centro para longe e perdemos a visão desse tesouro que é só nosso. Muitos vivem a vida querendo ser igual a alguém, sinal de que  perderam o mapa das suas próprias vidas. Habituaram-se a usar lentes de aumento para verem o que está fora e, com isso, diminuem o que está dentro.

Viver a olhar para a vida dos outros, consome a energia que deveríamos utilizar para a nossa própria vida. Se você quer brilhar, precisa descobrir onde o seu brilho é mais intenso e partir em direção a ele. Não deve ter medo do confronto e nem das oposições. Brilhar sempre vai incomodar alguns poucos, mas também vai encantar a muitos. Tudo tem um preço e você precisa saber se está pronto para encarar. De qualquer forma, o preço de ficar à sombra sempre será mais pesado de se carregar. Ele trás consigo uma infinidade de males e que podem comprometê-lo no corpo físico, no mental e no espiritual. Mas pouco importa  por onde começa a dor, todas provocam doenças em todo o nosso ser, pois somos seres sistêmicos.



Por isso enfrente os seus medos e aceite os desafios. O primeiro passo é aprender a fazer bom uso da sua energia, sem desperdícios. Descobriu o caminho? Sinalize! E não perca o foco dos seus propósitos. Siga em direção a eles. E, mesmo que existam técnicas que nos ajudam a chegar mais rápido, a travessia só depende do nosso querer. Muitas serão as pontes para atravessar e, cada uma delas, uma vitória. 

Agora quando der uma paradinha para olhar e admirar a conquista alheia o faça com alegria, no momento certo a sua vez vai chegar. E essa corrente de alegria vai contagiar você e será uma energia extra para a sua própria vitória. Todos somos infinitamente cheios de recursos para atingir com êxito os nossos sonhos. Por isso não seja tímido, levante e siga em frente sem medo, permita que o mundo conheça a cor da sua estrela.


Por Rosana Sidom - Astróloga e Terapeuta Vibracional