quarta-feira, 1 de setembro de 2010

ORAR

De joelhos diante do altar, na igreja ou na intimidade do lar. Essa é a imagem que vem a minha mente, revivendo as lembranças da infância, quando penso no ato de orar.

Orar para pedir a Deus uma graça.
Orar para pedir a Deus saúde.
Orar para pedir a Deus trabalho, proteção.

Orar e Meditar são atitudes irmãs que nos conduzem ao mesmo lugar, apenas de maneiras diferentes. Esse ato de ligação com o Divino em nós ou com Deus como preferir. E não importa o que ele é para você, e como você entende que seja essa manifestação sublime que transcende as nossas limitadas mentes.

Você já se perguntou se sabe orar? Quais são os propósitos das suas orações? Como se conecta com Deus? Somos ensinados de verdade a efetuar esse contato com o divino dentro de nós? A centelha que habita o centro do nosso ser, e que é a imagem e semelhança da própria força da criação a que damos o nome de DEUS?

Quando somos ensinados a rezar e recitar aquele arranjo delicado de palavras que nos enaltecem e que nos deveriam conduzir a transcendência do ser físico, você consegue transcender? Conecta com a essência daquilo que reza? Seu coração está inteiro nesse momento?

Muitos não o sabem, porque precisam ser ensinados; outros sabem as rezas, mas não chegam a essa ligação, pois suas orações são apenas palavras dentro de um ritual, mas lhes falta alma.

Mas orar ou meditar não precisa de mestres, se permitirmos essa conexão com o mais puro sentimento dentro de nós. Essa energia que flui por todo o nosso corpo, o próprio milagre da criação. O verdadeiro templo de Deus. Essa conexão, esse religar com o divino que é todo o significado das religiões, e não importa qual seja a sua, porque ela é só um dos muitos caminhos para o mesmo lugar.

Podemos orar de muitas formas e uma delas não exige que recitemos nenhuma prece, porque o próprio silêncio é uma prece quando a sua intenção é levá-la a Deus. Orar deve ser um momento de contato com o principio que tudo é, um elo natural com a nossa essência divina. Você e o Universo, nada mais. E a única oração que pode chegar até Deus é aquela em que estamos inteiros. A oração com fé. Quando temos consciência do propósito com que elevamos os pensamentos, nesse momento de reflexão.

Orar deve trabalhar o que existe de melhor em nós. Deve trazer benefícios para o conjunto, isso inclui você, eu, todos nós. Não pode ser estendido apenas a alguns poucos. E enquanto o TODO não estiver em paz, o UM também não estará. Um simples pensamento de amor da mais humilde das criaturas pode muito mais do que horas de jejum e rezas por puro ritual.

E se rezar para você lhe parece algo estranho não se preocupe, apenas feche os olhos, respire fundo e sinta essa energia trazida pelo ar invadindo você. Isso pode ser tudo de que precisa, nesse instante só seu, e que pode conduzi-lo para o mais profundo de você e, chegando lá, não tem como não encontrar a Deus.

Texto de Rosana Sidom - Astróloga e Terapeuta Vibracional

2 comentários:

  1. ...orar sem cessar, ensinou o Aposto Paulo, orar através da respiração e da meditação, praticavam os padres do deserto.

    Agir e interagir com tudo e com todos permeados pelo Divino.

    Fernando Bueno Rocha

    ResponderExcluir
  2. sempre aproveitando para orar ao acordar pedindo proteção e ajuda e ao dormir agradecendo as conquistas do dia.
    beijo Rô!
    Gisele

    ResponderExcluir

Muito Grata pela visita. Seus comentários enriquecem este espaço.